Skip to content
Tudo Banco

6 Dicas Matadoras Para Economizar Seu Dinheiro Este Ano

Saiba como economizar o seu dinheiro de verdade com esses 6 passos importantes.

Quando falamos em economizar dinheiro logo pensamos em cortar gastos, mas não basta apenas eliminar suas dívidas, é necessário que haja organização financeira.

Apesar de parecer um bicho de 7 cabeças, economizar dinheiro pode ser algo fácil, você só precisará de dedicação e paciência. E com a ajuda desses 6 passos com certeza você terá resultados satisfatórios em suas economias.

O ano está apenas começando, e se você colocar em prática os 6 passos que iremos ensinar a vocês, com certeza terá um sucesso em suas economias e mudará sua visão a respeito de seus gastos.

E para rever os seus conceitos sobre poupar dinheiro, você precisará apenas seguir com carinhos essa 6 dicas matadoras para você economizar o seu dinheiro.

1 – Organize seus gastos

Organize seus gastos e dívidas

Quando se procura na internet sobre dicas para economizar o seu dinheiro você encontra praticamente em todos os resultados falando que você deve organizar as suas despesas. Apesar de ser uma dica meio clichê este é um passo muito importante para começar a ver resultados em suas economias.

Mas você sabe realmente organizar as suas despesas?

Quando falamos em organizar suas despesas, não quer dizer que deve coloca-las em ordem alfabética ou por ordem crescente / decrescente os valores dos seus débitos.

Organização financeira começa com um passo bem simples, adote o hábito de anotar todos os seus gastos. Sem exceções, passe a anotar todas as suas despesas e gastos, isso vai servir como uma luz para saber por onde começar a economizar o seu dinheiro.

Como anotar suas dívidas e gastos pode te ajudar a economizar o seu dinheiro? Bom, a resposta pode ser mais simples do que parece.

Quando você passa a anotar com o que o seu dinheiro vem sendo gasto, você começará a perceber que existem gastos que são desnecessários e que podem ser cortados ou reduzidos.

E muita das vezes os resultados partem das coisas pequenas. Existem pessoas que costumam sair todo final de semana para lanchar, e acabam gastando. Economizar dinheiro não quer dizer que você precisa deixar de sair ou se divertir, mas a mudança de alguns hábitos vai passar a oferecer a você alternativas econômicas e a possibilidade de fazer novos amigos e praticar novas atividades.

Essa mesma pessoa que costuma sair todo final de semana para lanchar por exemplo, pode passar a reservar alguns finais de semana para fazer um passeio em um parque ou tirar um ou dois finais de semana para ver um filme ou ler um livro em casa.

Além de economizar o dinheiro, passará a adotar bons hábitos, viu?

Veja também

2 – Mude seus maus hábitos financeiros

Mude seus hábitos financeiros

Ok, mudar os maus hábitos financeiros. Mas o que são maus hábitos financeiros?

Essa talvez seja uma das premissas em economizar dinheiro. Para quem possui maus hábitos em suas finanças, economizar dinheiro parece um pesadelo.

O mau hábito financeiro começa a partir do pensamento: “Ah, mas custa apenas R$5,00”, e quando chega no final do mês a fatura do cartão de crédito muitas vezes supera os seus ganhos.

Os melhores economistas fazem recomendações para que a gente gaste apenas 20% do nosso salário. Mas a realidade é que hoje é muito difícil seguir essa regra.

Principalmente para quem recebe um salário mínimo e paga aluguel por exemplo. Mas alguns bons hábitos financeiros podem ajudara mudar um pouco essa situação.

O primeiro passo é deixar de pensar que um gasto de valor baixo é apenas um gasto de valor baixo. Lembre-se que contudo, aquele gasto continua sendo um gasto, e a nossa ideia aqui é poupar dinheiro.

Compre o que realmente for necessário, economize onde puder e dê ressalva a aquele velho ditado: De grão em grão, a galinha enche o papo.

Para tornar esse passo mais fácil, você precisará olhar suas despesas de um angulo diferente, é o que vamos falar no próximo passo.

3 – Veja suas despesas de uma forma diferente

Veja seus gastos de um angulo diferente

Dei esse conselho para um amigo meu uma vez e ele me perguntou se deveria ler a conta de luz de cabeça para baixo. Bom, ver suas despesas de um angulo diferente não é bem isso.

Na real, em tudo na vida quando passamos a olhar um problema de forma diferente, muitas vezes conseguimos achar uma solução ou contornar a situação da melhor forma possível.

Com dívidas e despesas não é diferente, adotar uma visão diferenciada sobre os seus gastos pode fazer com que você mude seu conceito em gastar. Vamos da um exemplo de como olhar suas dividas de uma forma diferente.

Vamos criar uma personagem, o nome dela será Renata.

Renata trabalha em uma contabilidade, e perto do seu trabalho tem uma padaria que serve um pãozinho quentinho com café com leite todas as manhãs e custa apenas R$4,00.

Renata gosta de dormir até um pouco mais tarde e deixa para tomar café no trabalho, afinal o pão é uma delícia e com o café com leite custa apenas quatro reais. Tudo perfeito não é?

NÃO!

Vamos olhar as despesas de Renata de um outro angulo. Renata trabalha de segunda a sábado e gasta 4 reais todos os dias durante 6 dias da semana. Multiplicamos esses três reais durante 26 dias trabalhado e temos uma despesa mensal de R$104,00.

Se multiplicarmos esses R$104,00 reais durante 12 meses são exatos R$1.248,00 reais gastos em um ano, com cafézinho e um pão. Talvez se Renata tomasse café em casa, pouparia a maior parte desse dinheiro não é mesmo? Quem sabe com o que ela economizasse não daria para trocar de celular no fim do ano ou para usar o dinheiro em uma viagem?

Quando adotamos um olhar diferente das nossas despesas, podemos perceber o quanto ela afeta o nosso bolso e resolver esses pequenos gastos agora pode significar uma grande economia no futuro.

4 – Crie gastos inteligentes

Como criar gastos inteligentes

Bom, se a ideia é economizar dinheiro, criar mais gastos não seria um problema?

Muitas vezes não, nós temos maus hábitos financeiros que nos levam a fazer gastos desnecessários, criar bons gastos ou gastos inteligentes podem ser uma solução para nossos problemas.

Note: Gastos inteligentes não são os gastos que julgamos necessários, mas sim aqueles que são realmente necessários.

Vou citar para esse exemplo dois casos comuns e interessantes para usar como referência de um gasto inteligente.

  1. Existem pessoas que gastam mensalmente com consultas médicas e remédios, outro dia vi um cara em uma fila do banco onde eu estava comentando que gastava cerca de 2 mil reais mensais com consultas médicas para ele e o filho. Ouvindo aquilo perguntei se ele tinha plano de saúde, e a resposta foi simples: não. Quando falei aquilo para ele parece que ele teve um toque iluminador na vida dele, e no próprio banco ele fez uma simulação de um plano de saúde, e vi um brilho no olhar dele quando a atendente disse que possivelmente aqueles 2 mil reais passariam a ser algo em torno de 600 reais mensais. Advinha? Ele fez o plano de saúde.
  2. Este outro exemplo não aconteceu comigo, mas existem pessoas que usam aparelhos dentários e fazem manutenção do equipamento todo mês durante anos, alguns chegam a pagar R$150,00 de manutenção. E nunca é só a manutenção do aparelho, sempre tem outras despesas como limpeza, clareamento dentário e outros. As vezes um plano odontológico pode ser uma solução inteligente para os seus gastos.

Esses são dois exemplos simples, que podem ser aplicados em outras coisas. Gastos inteligentes são aqueles gastos que você faz para evitar outros gastos piores, como por exemplo planos telefônicos, você é uma pessoa que faz muitas ligações e utiliza muito dados móveis, talvez um plano com sua operadora fique mais barato do que despesas com créditos.

5 – Reveja seus investimentos

Reveja seus investimentos

O conceito principal de investimento é o retorno que você terá em cima do que foi aplicado. Se você possui algum investimento financeiro e este te dá pouco ou nenhum retorno, talvez seja a hora de repensar sobre seus investimentos.

Algumas pessoas aplicam dinheiro em investimentos que muita das vezes rendem menos do que a poupança por exemplo, ou gastam dinheiro em “investimentos” que depois acabam se tornando uma grande decepção.

Se você tem algum dinheiro e deseja investir em algo, esteja certo de que aquilo que você vai investir vai te da algum retorno, seja a curto, médio ou longo prazo. Ao ver algum dinheiro sobrando muitas pessoas perdem o controle e quer fazer com que aquele dinheiro multiplique de forma mágica, e ai que mora o perigo, pois essas pessoas são as que tem maior tendência em gastar todas as suas economias ou cair em golpes.

6 – Crie um objetivo financeiro

Crie um objetivo financeiro

Minha mãe sempre diz que o homem precisa “de um chicote uma cenoura” para conquistar a vida. De certa forma a ela está certa. Ter um objetivo em mente nos da força de vontade e coragem para correr atrás.

Crie um objetivo financeiro, isso pode te ajudar na determinação para poupar e conquistar aquilo que deseja. Mas tenha em mente 2 passos quando definir o seu objetivo:

1 – Não crie objetivos surreais. As vezes falamos em criar um objetivo financeiro e as pessoas pensam logo coisas do tipo: “quero uma Ferrari” ou “Quero ser bilionário”. Não estou aqui para dizer que é ou não possível, afinal isso dependeria de N fatores. Mas que tal começar com algo menor e a medida que você for melhorando suas economias e seus hábitos financeiros você eleva os seus objetivos?

Você pode começar com algo pequeno tipo, trocar de celular no fim do ano ou fazer uma viagem de pequeno porte. Até coisas maiores, como trocar de carro ou reformar a casa.

O importante é ter um objetivo, uma meta e a partir dai, tomar a iniciativa de poupar e economizar.

2 – Depois de estabelecer sua meta, dobre a meta!

Não, não estou dando uma de Dilma Rousseff.

Pense da seguinte forma, suponhamos que queira economizar para comprar uma casa, tente especular a meta de comprar um Duplex, caso não consiga e você tenha comprado uma casa maior do que planejou, ainda estará no lucro. Ou se você não comprou o duplex, mas conseguiu comprar a casa e sobrou um dinheiro, ótimo está no lucro ainda!

Estabelecer uma meta maior um pouco do que você realmente pretende pode ser mais motivador e ainda melhor para sua vida financeira.

Conclusão

Economizar dinheiro como eu disse pode ser difícil, pode levar um bom tempo, mas sempre te trará resultados satisfatórios se for bem feito. Além disso pode te trazer novas oportunidades de qualidade de vida, como por exemplo quem deseja economizar para viajar ou fugir do aluguel.

Fique atento a novas dicas, do nosso site, e se você gostou desse artigo não deixe de compartilhar com os seus amigos. Deixe no comentário hábitos que você costuma ter para economizar dinheiro.